segunda-feira, junho 15, 2015

Estudos para Células de Crianças - Paulo é Ameaçado


Data: 21/06/2015

Título: Paulo é Ameaçado
1- Recepção / Bate-papo (Receba as crianças, cumprimente-as e converse um pouco com elas sobre a sua semana).
2- Louvor / Adoração
3- Oferta: Ensine as crianças que não devemos chegar à presença de Deus com as mãos vazias, que devemos trazer sempre a nossa oferta de gratidão e de amor a Ele.
4- Pedidos de Oração: Ore com as crianças por seus pedidos especifico..
5-Objetivo: Levar a criança a entender que quando sabemos de algo importante que pode prejudicar outra pessoa não devemos esconder por que temos medo, mas ela tem a obrigação de contar para um adulto que ela confie e pedir ajuda
6- Quebra-Gelo: Você já deixou de fazer algo e depois se arrependeu? O que?
7- Versículo para Memorizar: Portanto, sejamos corajosos e afirmemos: “O Senhor é quem me ajuda, e eu não tenho medo. Que mal pode alguém me fazer?” Hebreus 13:6
8- Referência Bíblica: Atos 23:1-35
9-Mensagem: Paulo, fixando os olhos no Sinédrio, disse: "Meus irmãos, tenho cumprido meu dever para com Deus com toda a boa consciência, até o dia de hoje". Diante disso o sumo sacerdote Ananias deu ordens aos que estavam perto de Paulo para que lhe batessem na boca. Então Paulo lhe disse: "Deus te ferirá, parede branqueada! Estás aí sentado para me julgar conforme a lei, mas contra a lei me mandas ferir? " Os que estavam perto de Paulo disseram: "Você ousa insultar o sumo sacerdote de Deus? " Paulo respondeu: "Irmãos, eu não sabia que ele era o sumo sacerdote, pois está escrito: ‘Não fale mal de uma autoridade do seu povo’ ". Então Paulo, sabendo que alguns deles eram saduceus e os outros fariseus, bradou no Sinédrio: "Irmãos, sou fariseu, filho de fariseu. Estou sendo julgado por causa da minha esperança na ressurreição dos mortos! " Dizendo isso, surgiu uma violenta discussão entre os fariseus e os saduceus, e a assembléia ficou dividida. ( Os saduceus dizem que não há ressurreição nem anjos nem espíritos, mas os fariseus admitem todas essas coisas. ) Houve um grande alvoroço, e alguns dos mestres da lei que eram fariseus se levantaram e começaram a discutir intensamente, dizendo: "Não encontramos nada de errado neste homem. Quem sabe se algum espírito ou anjo falou com ele? " A discussão tornou-se tão violenta que o comandante teve medo que Paulo fosse despedaçado por eles. Então ordenou que as tropas descessem e o retirassem à força do meio deles, levando-o para a fortaleza. Na noite seguinte o Senhor, pondo-se ao lado dele, disse: "Coragem! Assim como você testemunhou a meu respeito em Jerusalém, deverá testemunhar também em Roma". Na manhã seguinte os judeus tramaram uma conspiração e juraram solenemente que não comeriam nem beberiam enquanto não matassem Paulo. Mais de quarenta homens estavam envolvidos nessa conspiração. E, dirigindo-se aos chefes dos sacerdotes e aos líderes dos judeus, disseram: "Juramos solenemente, sob maldição, que não comeremos nada enquanto não matarmos Paulo. Agora, portanto, vocês e o Sinédrio peçam ao comandante que o faça comparecer diante de vocês com o pretexto de obter informações mais exatas sobre o seu caso. Estaremos prontos para matá-lo antes que ele chegue aqui". Entretanto, o sobrinho de Paulo, filho de sua irmã, teve conhecimento dessa conspiração, foi à fortaleza e contou tudo a Paulo, que, chamando um dos centuriões, disse: "Leve este rapaz ao comandante; ele tem algo para lhe dizer". Assim ele o levou ao comandante. Então disse o centurião: "Paulo, o prisioneiro, chamou-me, pediu-me que te trouxesse este rapaz, pois ele tem algo para te falar". O comandante tomou o rapaz pela mão, levou-o à parte e perguntou: "Que você tem para me dizer? " Ele respondeu: "Os judeus planejaram pedir-te que apresentes Paulo ao Sinédrio amanhã, sob pretexto de buscar informações mais exatas a respeito dele. Não te deixes convencer, pois mais de quarenta deles estão preparando uma emboscada contra Paulo. Eles juraram solenemente não comer nem beber enquanto não o matarem. Estão preparados agora, esperando que prometas atender-lhes o pedido". O comandante despediu o rapaz e recomendou-lhe: "Não diga a ninguém que você me contou isso". Então ele chamou dois de seus centuriões e ordenou-lhes: "Preparem um destacamento de duzentos soldados, setenta cavaleiros e duzentos lanceiros a fim de irem para Cesaréia esta noite, às nove horas da noite. Providenciem montarias para Paulo, e levem-no em segurança ao governador Félix". O comandante escreveu uma carta nestes termos: Cláudio Lísias, ao Excelentíssimo Governador Félix, Saudações. Este homem foi preso pelos judeus, que estavam prestes a matá-lo quando eu, chegando com minhas tropas, o resgatei, pois soube que ele é cidadão romano. Querendo saber por que o estavam acusando, levei-o ao Sinédrio deles. Descobri que ele estava sendo acusado em questões acerca da lei deles, mas não havia contra ele nenhuma acusação que merecesse morte ou prisão.
 Quando fui informado de que estava sendo preparada uma cilada contra ele, enviei-o imediatamente a Vossa Excelência. Também ordenei que os seus acusadores apresentassem a Vossa Excelência aquilo que têm contra ele. Os soldados, cumprindo o seu dever, levaram Paulo durante a noite, e chegaram a Antipátride.
 No dia seguinte deixaram a cavalaria prosseguir com ele, e voltaram para a fortaleza.
 Quando a cavalaria chegou a Cesaréia, deu a carta ao governador e lhe entregou Paulo.
 O governador leu a carta e perguntou de que província era ele. Informado de que era da Cilícia,
 disse: "Ouvirei seu caso quando os seus acusadores chegarem aqui". Então ordenou que Paulo fosse mantido sob custódia no palácio de Herodes.
10- Aplicação: Toda a criança tem medo, às vezes de contar algo e ser punida porque contou, e às vezes são até ameaçadas por adultos a não contarem algo que pode ser ruim para outras pessoas ou até para ela mesma, mas devemos ser corajosos, procurarmos um adulto de confiança e abrirmos o nosso coração, para que ninguém se machuque ou sofra, lembrando que Deus está conosco nos protegendo de todo mal.
11- Atividade: Líder faça uma lista com antecedência de medos que as crianças geralmente têm e depois na hora da célula pergunte se elas têm algum daqueles medos e depois repitam todos juntos o versículo da semana.
12- Comunhão / Encerramento

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Pastora Mirian Martins Galli
"Nossa Visão é edificar uma igreja de crianças vencedoras, que refletem a glória de Deus para o mundo, através das células."

Seguidores

Seguidores

Digite seu Email

KIT DIGITAL

KIT DIGITAL
Clique na imagem para conhecer o Kit Ministério Infantil Digital. Faça já o seu Download!

Abençoando Crianças, Abençoando Famílias

Abençoando Crianças, Abençoando Famílias
"Abençoando Crianças, Abençoando Famílias" é um livro que tem como objetivo: capacitar pais, professores e líderes no ensino e formação das crianças para que elas se tornem Crianças Abençoadoras! Clique na imagem ou no botão PagSeguro e adquira o seu livro!

Apostila - Turma do Reino

Apostila - Turma do Reino
Apostila - 50 lições para célula de crianças e EBD. Clique na imagem

Apostila Turma do Reino

Adquirá já a sua Apostila Turma do Reino clique no botão do PagSeguro:






Água Viva News

Mauá 25 de Junho de 2017

Pra Soraia Pereira

DICAS SOBRE MATERNIDADE, BELEZA, EDUCAÇÃO DE FILHOS

Marcadores

Água Viva Kids. Tecnologia do Blogger.

Nossos Parceiros

Versículo diário

CMM - Criança Mundo Melhor

O Projeto “Criança Mundo Melhor” é um projeto sócio educativo, destinado a crianças em situação de vulnerabilidade social, de 7 a 12 anos. As crianças recebem refeições diárias: almoço e lanche. São realizadas diversas oficinas e atividades: Desenho, Musicalização Infantil, Canto, Inglês, Teatro, e Reforço Escolar, visando o desenvolvimento afetivo, cognitivo e social. “Se desejamos um mundo melhor, devemos dar uma vida melhor às nossas crianças!”

Curta nossa Página

Copyright © ÁGUA VIVA KIDS Desenvolvido por: Artik Design