Seguidores

quarta-feira, outubro 08, 2014

História Evangelistíca - Um Dia das Crianças Diferente!

UM DIA DAS CRIANÇAS DIFERENTE!
FIGURA 1
Felipe tinha muitos brinquedos, sempre que aparecia alguma novidade tecnológica ou algum brinquedo de moda, logo pedia para os seus pais e ganhava. Ele não valorizava os brinquedos que tinha e muitos deles ficavam estragados pelo mau uso ou porque os deixava  no pátio no tempo. Felipe, sabendo que o dia das crianças estava perto, decidiu que pediria para os seus pais uma bicicleta nova, a que ele tinha, ainda estava em muito bom estado, mas ele queria uma bike que era a ultima sensação da garotada, com rodas grosas, que parecia uma moto.
FIGURA 2
Falou com seus pais e saiu para andar na sua antiga bicicleta para a pracinha.
 –Vou dar a minha ultima volta nesse calhau! Pensou ele.
Quando chegou na praça andou a toda velocidade, subia nas rampas, soltava as mãos, passava pelas poças de água… Ele estava tão compenetrado na trilha que não percebeu os olinhos bem abertos que o seguiam por onde andava. Quando Felipe deu uma paradinha para beber água um menino franzino veio todo tímido e disse:
FIGURA  3
-Que fera a sua bicicleta! Você é muito bom pedalando!
-Brigado! Respondeu Felipe sem fazer muito caso.
-Você me empresta ela? Disse o menino colocando a mão no guidom.
- Porque você não pega a sua, rapaz! Respondeu Felipe como mordendo as palavras.
-É que… eu não tenho, mas não tem problema… Respondeu o menino dando meia volta e sentando no banco novamente com o rostinho visivelmente triste.
-Vou dar um fora daqui antes que esse menino peça outra coisa. Pensou Felipe pedalando para casa.
No outro dia, sábado, antes do dia das crianças. Felipe se arrumou e foi para a reunião de juvenis da igreja. Aquele seria um sábado especial, as tias tinham preparado um culto diferente e festejariam o dia das crianças. Felipe chegou e cumprimentou os amigos, ele gostava muito de ir à igreja e amava a Jesus. As tias pregaram, fizeram uma gincana e no final entregaram uma lembrancinha feita por elas com muito amor. Quando Felipe pegou a sua, olhou com desprezo e jogou discretamente no canto da sala. Mas o que ele não sabia era que a tia Junia tinha visto tudo.
FIGURA 4
Quando todos foram embora, a tia chamou Felipe e conversou com ele.
-Querido eu sei que você é um menino muito amado, e sei que Deus tem um propósito para a sua vida, mas eu queria conversar sobre um assunto.  Eu tenho prestado atenção e tenho  percebido que você não dá valor às coisas que tem, e as que ganha. Você não cuida dos seus brinquedos e sempre quer ter mais e mais e tem dificuldade de ser agradecido pelo que tem. Tal vez você mesmo não tenha percebido essa atitude. A Bíblia diz que Deus dá mais para aqueles que sabem administrar, valorizar e cuidar do que Ele nos dá. Gostaria muito que ao voltar para casa, entre no seu quarto e converse com Jesus sobre o que estou compartilhando. 
Depois do diálogo deu um abraço afetuoso e se despediu dele.
FIGURA 5
No caminho de volta para casa Felipe estava zangado e com o coração fechado  pensando no que a Tia Junia tinha falado, mas obediente, fez o que ela lhe sugerira. Então se ajoelhou e começou a orar. Logo o Espírito Santo trouxe luz ao seu coração. O que a Tia Junia tinha dito era verdade, ele tinha sido um mau administrador, e se deixara levar por um desejo desenfreado de ter sempre mais e mais coisas. E assim não dava valor àquilo que possuía nem tinha um coração agradecido. Então, cheio de lágrimas levantou a cabeça e deu uma olhada no seu quarto. Ali havia dezenas e dezenas de brinquedos de todos os tamanhos, cores e valores.  Realmente não tinha necessidade de novos brinquedos. Foi naquela hora o Espírito Santo trouxe a sua mente aquele menino que no dia anterior pedira emprestada a sua bicicleta. O arrependimento encheu o seu peito, chorou e pediu perdão ao Senhor. Felipe fez uma aliança com Deus que seria um bom mordomo das coisas que possuía e seria generoso com todos, ao final Deus o tinha abençoado.
No outro dia cedo, Felipe acordou com um enorme presente do lado da cama.  Era a sua bicicleta nova. Ele pulou de alegria e decidido foi conversar com seu pai e a sua mãe. Agradeceu muito o presente e conversou com eles  algo muito serio. 
FIGURA 6
E depois, Felipe escreveu um cartão e com a ajuda do seu pai pegou a bicicleta nova sem tirar o embrulho e foi à casa do menino que conhecera na praça.   A colocou bem na frente da porta. Bateu e correu para o carro que estava estacionado do outro lado da rua bem longe mas dava para ver bem a porta da casa. Logo uma mulher humilde abriu a porta e se surpreendeu muito com o pacote, pegou o cartão e aos gritos chamou o filho que saiu correndo. O menino leu:
“Jesus conhece você e sabe que você queria muito uma bicicleta nova. Feliz dia das crianças!”
Então com lágrimas nos olhos Felipe e o seu pai viram aquele menino franzino abrir o embrulho desesperadamente enquanto gritava e pulava. Sim, aquele foi um dia das crianças muito diferente para Felipe e para aquele “menino da praça”
Feliz dia das crianças!

 HISTORIA ESCRITA E ILUSTRADA POR: PRA GABRIELA PACHE DE FIÚZA


















Nenhum comentário:

Postar um comentário

TRADUTOR