Seguidores

quarta-feira, julho 30, 2014

Histórias Evangelísticas- O Porquinho Dizimista

Data:01/08/2014
O PORQUINHO DIZIMISTA
História de Eliane Bispo tirada de http://escoladominical.net/forum
Adaptada e ilustrada por Pastora Gabriela Pache de Fiúza.
Material produzido para a Igreja Boa Semente. Proibida impressão para venda ou comercialização.

FIGURA 1
Em uma floresta moravam três porquinhos Bola, Bolinha e Bolão com sua mãe Dona Porca Maricota.
Ela ensinava os porquinhos a serem obedientes, agradarem a Deus e dar o dízimo, que é 10% de todo dinheirinho que os porquinhos recebem, pois a cada mês ganhavam uma mesada.

FIGURA 2
Bola gostava muito de bala e sempre que ganhavam um dinheirinho, comprava tudo de bala. Ele nem se lembrava de entregar o dizimo. Era só pegar nalguns trocadinhos que já corria pra o Quiosque de Dom Porquinoco comprar tudo em balinhas.
FIGURA 3
Bolinha às vezes dava o dízimo, mas geralmente se lembrava de dar o dízimo depois que o dinheiro tinha acabado. Aí ele pensava:
-Puxa esqueci de novo de separar e entregar o dízimo! Bom da próxima vez eu separo. E assim entregava às vezes e outras não!

FIGURA 4
Bolão era o único porquinho fiel. Sempre que recebia algum dinheiro, antes de comprar qualquer coisa perguntava para sua mãe quanto tinha que tirar de dízimo e o separava com maior prazer. Ele queria ser um porquinho obediente a Palavra de Deus. Amava honrar ao Senhor com tudo que chegava na sua mão!
Um dia os 03 porquinhos conversaram com sua mãe e disseram que queriam ter sua própria casa, a mãe permitiu desde que fosse construída perto da casa dela.

FIGURA 5
Bola não tinha dinheiro para comprar bons materiais, era muito preguiçoso e achava bem mais fácil e de menos esforço construir uma casinha de qualquer jeito. Então juntou palha nos campos vizinhos e construiu sua casa, acabou mais rápido dos que os seus irmãos e dedicou o resto do tempo brincando e comendo balinhas.
FIGURA 6
Bolinha resolveu fazer uma casa de madeira, porque também não tinha muitos recursos e não queria ter muito trabalho. Logo terminou e se junto ao Bola pra brincar e tirar sarro do irmão Bolão que trabalhava com muito entusiasmo.
FIGURA 7
Bolão demorou um pouco mais para construir sua casa, pois como era fiel no dízimo Deus dava a ele muita sabedoria, então resolveu fazer a casa de tijolos. Também podia se ver claramente que Deus o tinha abençoado muito!
FIGURA 8
Num belo dia o lobo Devorador estava andando pela floresta quando avistou a casa dos porquinhos, ele pensou: Hum… que delícia hoje vou ter uma saborosa refeição!
Então parou em frente à casa de Bola e começou a soprar…
Ele dizia:

- Soprarei, soprarei, e esta casa derrubarei….Busssshhhhhhhhhhhh
Não precisou soprar muito e a casa desabou. Bola ficou muito assustado, saiu correndo para a casa de Bolinha e o lobo Devorador atrás.

FIGURA 9
-Ahhhhhh, hoje é o meu dia de sorte!! -Dizia o Devorador.- Dois deliciosos porquinhos!
– Soprarei, soprarei, e esta casa derrubarei….Busssshhhhhhhhhhhh

Ele soprou, soprou, soprou e Tibum a casa caiu no chão.
Os dois então saíram correndo para a casa de Bolão e o lobo Devorador atrás.

FIGURA 10
- É agora que eu como estes porquinhos!
– Soprarei, soprarei, e esta casa derrubarei….Busssshhhhhhhhhhhh
Furioso ele soprou, soprou, soprou…soprou, soprou e ficou sem fôlego.
Encheu o peito de ar e com muita raiva soprou, soprou, soprou…soprou, soprou até que quase desmaiou muito envergonhado foi embora.

FIGURA 11
Os três maninhos se abrazaram muito contentes, Bola e Bolinha estavam arrependidos. Haviam aprendido uma grande lição. Deus cuida daqueles que são fieis a Ele.
O lobo Devorador não conseguiu derrubar a casa de Bolão!! Sabem por quê?
Por que Bolão era fiel no dízimo e Deus prometeu na sua palavra em Malaquias 3:10 -11 que repreenderia o devorador.
Ás vezes você ganha uma roupa nova e logo rasga, seus brinquedos estragam com facilidade ou você sempre perde seu dinheirinho, isso é o devorador.
Por isso que temos que ser fiéis e devolver os 10% que é de Deus. Sempre que você ganhar seu dinheiro, não importa se é muito ou pouquinho, pergunte para a mamãe ou o papai quanto é o seu dízimo, coloque no seu envelope e traga na igreja.

(Dedico esta história ao meu amado mano Federico Pache)











http://escoladominical.net/forum













Nenhum comentário:

Postar um comentário

TRADUTOR