Seguidores

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Estudos para Células de Crianças- Jesus Ressuscita a Filha de Jairo



Data: 17/04/11
Título: “Jesus Ressuscita a filha de Jairo”

1- Recepção / Bate-papo (Receba as crianças, cumprimente-as e converse um pouco com elas sobre a sua semana).
2- Louvor / Adoração
3- Oferta
4- Pedidos de Oração: Orar pela  Família os eventos de suas respectivas redes ( encontros, batismos, retiros..), e pela salvação de familiares (e demais pedidos).
5- Revisão da lição anterior: “A Parábola dos Talentos” (Faça perguntas às crianças).
6- Objetivo:  Ensinar as crianças que devemos sempre ter fé e persistência para alcançarmos o nosso milagre. 
7- Quebra-Gelo: Você já presenciou um milagre acontecer? Como foi?
8- Versículo para Memorizar “Sem fé é impossível agradar a Deus” Hb 11:6
9- Referência Bíblica:  Lucas 8:41 e 42, 49-56
10- Mensagem: Então chegou um homem chamado Jairo, que era chefe da sinagoga daquele lugar. Ele se jogou aos pés de Jesus e pediu com insistência que fosse até a sua casa porque a sua filha única, de doze anos, estava morrendo. Enquanto Jesus ia caminhando, a multidão o apertava de todos os lados. Jesus ainda estava falando, quando chegou da casa de Jairo um empregado, que disse: — Seu Jairo, a menina já morreu. Não aborreça mais o Mestre.  Jesus ouviu isso e disse a Jairo:  Não tenha medo; tenha fé, e ela ficará boa. Quando Jesus chegou à casa de Jairo, deixou que Pedro, João e Tiago entrassem com ele, além do pai e da mãe da menina, e mais ninguém. Todos os que estavam ali choravam e se lamentavam por causa da menina. Então Jesus disse: Não chorem, a menina não morreu;  ela está dormindo. Aí começaram a caçoar dele porque sabiam que ela estava morta. Mas Jesus foi,   pegou-a pela mão e disse bem alto: — “Talita cume” que significa: “Menina, levante-s!” Ela tornou a viver e se levantou imediatamente. Aí Jesus mandou que dessem comida a ela. Os seus pais ficaram muito admirados, mas Jesus mandou que não contassem a ninguém o que havia acontecido.
11- Aplicação:  Nessa história pudemos conhecer um homem chamado Jairo, que estava tão desesperado com a doença de sua filha que se misturou com a multidão que seguia Jesus mesmo sendo o chefe da sinagoga, pois sabia que Jesus era sua única esperança. Como se a situação já não fosse desesperadora o suficiente, no meio do caminho um dos servos foi até onde ele estava para avisá-lo que sua filha querida havia falecido. Mas Jesus ouvindo isso pediu para que Jairo não desanimasse e seguiu com ele até a sua casa. Ali o ambiente era de tristeza e não de fé, por isso Jesus escolheu as pessoas que ficariam dentro do quarto. E  Jairo creu no milagre e viu a sua filha ressuscitar! Aleluia! Assim também é conosco, não devemos desistir e sempre confiar que o Senhor é poderoso para fazer muito mais além do que pedimos ou pensamos!
12- Atividade:  1-) Morto/Vivo : O líder ou uma criança (maior) coordena a brincadeira. Todas as crianças ficam de frente para quem vai dirigir a brincadeira.  Quando for dito VIVO as crianças ficam de pé e quando disserem MORTO as crianças abaixam. Ganha quem ficar por último. 2-) Liste algumas frases de desânimo que as pessoas dizem para você  ( ex: “você não vai conseguir”, “seu sonho é impossível de acontecer ”, “você não é inteligente para fazer isso”) e peça para que as crianças rebatam essas frases negativas com palavras de fé (Líder, durante a semana você pode separar uns 3 versículos que fale sobre as promessas de Deus, para usar nessa hora). Faça com que todas participem para que aprendam como não dar ouvidos aos comentários ruins das pessoas.  3-) Peça para que as crianças,  em uma  folha em branco,  escrevam a palavra FÉ   bem grande no centro da folha, e ao redor ou atrás escrevam motivos, versículos e até mesmo testemunhos para nunca esquecerem de ter fé nos momentos difíceis. Elas podem também recortar de revistas alguma figura  que lembre sobre a fé. Peça para que elas colem essa folha em algum lugar onde possam ver sempre (ex: guarda-roupa, espelho, porta) para não esquecerem da fidelidade de Deus!  
13- Comunhão / Encerramento

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TRADUTOR