Seguidores

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Estudo para Célula de Crianças - Ester


Data: 04/07/10
Título: Rainha Ester


1- Revisão da lição anterior: Neemias (Faça perguntas às crianças)
2- Objetivo: Ensinar às crianças a importância de agradecer ao Senhor por nossa salvação.
3- Quebra-Gelo: Você lembra o dia que aceitou Jesus como o seu Senhor e Salvador?
4- Versículo para Memorizar: “Somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.” Rm 8:37
5- Referência Bíblica: Ester 4-8
6- Mensagem: Ester era uma jovem judia que foi escolhida pelo rei Assuero, da Pérsia, para ser sua rainha. Tinha um primo chamado Mordecai, que a criara desde pequena, pois era órfã, não tinha pais. Mordecai era judeu e, fiel aos princípios de Deus, não se prostrava perante ninguém, por isso atraiu sobre si e sobre todos os judeus que ali viviam a ira de Hamã, homem exaltado pelo rei acima de todos os príncipes, diante de quem todos tinham que se prostrar. Hamã, para se vingar de Mordecai, foi ao rei e falou-lhe do povo judeu, que tinha leis diferentes de todos os outros povos e não obedecia às ordens dadas por ele. Em razão dessa desobediência, que o rei não os deixasse ficar ali, mas que os mandasse matar. Quando Mordecai soube desta ordem, rasgou suas roupas, vestiu-se de sacos e foi para a porta do rei, mas não o deixaram entrar. Ester soube do que estava acontecendo, mas achou-se incapaz de fazer alguma coisa, pois, apesar de ser rainha, só podia entrar na presença do rei quando este a chamava. Se entrasse sem sua ordem, poderia ser morta. Mordecai mandou-lhe dizer que se ficasse calada, certamente morreria junto com seu povo, pois também era judia e lembrou-lhe que talvez estivesse ali como rainha por providência de Deus para salvar seu povo. Ester mandou então que todos jejuassem por três dias, pois assim faria também, e depois entraria na presença do rei. No terceiro dia, Ester vestiu o manto real. Então, ela respirou fundo e entrou na sala interior, onde o rei estava sentado. O rei viu Ester e ficou muito satisfeito. Ele estendeu o seu cetro de ouro e perguntou a Ester o que ela queria. Ela, então o convidou para um banquete juntamente com Hamã. Hamã já tinha mandado preparar uma forca para Mordecai. Durante o banquete, novamente o rei perguntou-lhe o que queria e ela o convidou para um novo banquete. Neste segundo banquete, perguntou o rei a Ester, outra vez, qual era o seu pedido. Então ela lhe contou tudo o que estava acontecendo, denunciando Hamã como perseguidor do seu povo. Então o rei mandou que Hamã fosse enforcado na mesma forca que havia preparado para Mordecai e que fosse revogada a ordem de matar os judeus. O rei fez um decreto que todos os judeus podiam se reunir para lutar com quem tentasse matá-los. Deus estava com seu povo. Eles foram vitoriosos. Depois, eles fizeram uma festa especial para honrar a Deus por livrá-los da morte, chamada Festa de Purim.

Festa de Purim: O objetivo central da festa de Purim é compartilhar a alegria. Muitos judeus, em particular as crianças, fantasiam-se e participam de desfiles e concursos. As fantasias mais populares costumam ser as de Mardoqueu e da Rainha Esther. Peças teatrais são encenadas para recontar a milenar história. Nesta festa adultos e crianças comem e bebem alegremente, nesta festa também trazem alimentos e roupas para serem doados a pessoas carentes.

7- Aplicação: Assim como Deus usou a vida de Ester para salvar o povo judeu, Ele usou a vida de Jesus para nos salvar da morte. Que possamos louvar ao Senhor e agradece a Deus por Seu amor para com as nossas vidas!
8- Atividade: Sugestões: 1- Monte uma história da rainha Ester em quadrinhos, cada criança pode fazer um quadrinho, um desenho de uma parte da história, e depois junte os desenhos e reconte de forma resumida.
2- Prepare com as crianças uma festa de Purim, com lanches, doces, sucos, e muito louvor, para celebrar a nossa salvação em Cristo. Peça que nessa festa tragam algo para ser doado: roupas, brinquedos, alimentos (fechados). Incentive todas a trazerem algo, mesmo as mais carentes, elas encontrarão algo para trazerem, com certeza, é importante não tirar esse privilégio de nenhuma criança que é o de doar algo para alguém.
9- Comunhão / Encerramento

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TRADUTOR