Seguidores

quarta-feira, março 10, 2010

Devocional


Tema: "Adorando a Deus em meio ao sofrimento"
Texto: Habacuque 3:17-19
Habacuque 3:17-19:

17 Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto nas vides; ainda que falhe o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que o rebanho seja exterminado da malhada e nos currais não haja gado.
18 todavia eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação.
19 O Senhor Deus é minha força, ele fará os meus pés como os da corça, e me fará andar sobre os meus lugares altos.

Adoração é um tema muito importante em nossas vidas, precisamos aprender mais sobre o que é adorar, como adorar, por que adorar... Enfim, a importância da Adoração, como prática na nossa vida diária.

Uma definição de adoração está em I Co 10:31 - “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus.” Adoramos, quando glorificamos a Deus em tudo. Não só na Igreja, com os cânticos de louvor e adoração, mas nas atitudes, nos pensamentos, nas palavras, estudando, trabalhando, em cada atitude. Temos que fazer tudo para a glória de Deus. Toda a vida deve ser de adoração.

Adoração é uma atitude que devemos ter em todos os momentos das nossas vidas, em todas as situações que nós passamos. E isto inclui também os momentos difíceis de lutas e tribulações.
A Bíblia relata a vida de homens que passaram por grandes sofrimentos, mas que adoraram ao Senhor em meio a tribulações. Vamos falar sobre 3 homens: Jó, Jesus e Paulo.

1º ) Jó adorou ao Senhor em meio a perdas.
2º ) Jesus adorou ao Senhor em meio a humilhação.
3º ) Paulo adorou a Deus em meio a dor.


1º ) Jó um homem reto e justo, ele adorou a Deus através do sofrimento pelo qual passou.
Satanás, desafiou a integridade de Jó, e então Deus entregou Jó nas mãos de Satanás, resultando na tragédia de Jó: ele perdeu todos os seus bens, seus filhos e sua saúde. Porém, Jó não blasfemou contra Deus, mas ao invés disso, ele se levantou, rasgou o seu manto, rapou a sua cabeça e, lançou-se em terra.
A todo este sofrimento Jó responde: " nu saí do ventre da minha mãe, e nu tornarei para lá. Deus me deu, e Deus tirou; bendito seja o nome do Senhor" (Jó 1:20-21).
Satanás preserva a mulher de Ló, não para que ela o confortasse e o ajudasse a superar esta tragédia que assolou a sua vida, mas para humilhá-lo, derrubá-lo ainda mais, quando diz a ele “amaldiçoa o seu Deus e morra!”

Deus permitiu que Satanás ferisse Jó de úlceras malignas, desde a planta do pé até o alto da cabeça. (Jó 2:7) Mas no final, Deus virou o cativeiro de Jó, e o Senhor acrescentou a Jó em dobro a tudo quanto antes possuía de bens materiais, além de vir a ter outros sete filhos e três filhas, e a viver mais cento e quarenta anos, até morrer velho e farto de dias.

Jó adorou ao Senhor em meio a perdas


2º ) Jesus, o filho de Deus, deixou a Sua glória e majestade no céu, e veio ao mundo, se fez homem anunciar o arrependimento, o perdão e a vida eterna. Embora tivesse a natureza de homem, nunca pecou, foi servo, obedeceu e cumpriu a sua missão até o fim. Lá na cruz no momento em que o pecado de todo o mundo estava sobre ele, ferido e moído pelas nossas iniqüidades, e o pior separado da comunhão com o Pai, Ele foi escarnecido, afrontado, zombado e humilhado e poderia mandar fogo e consumir todos os seus os malfeitores. Mas Ele responde da seguinte forma: “Pai, perdoa-lhes, porque eles não sabem o que fazem.” Lc 23:34

Você já foi humilhado? O que você fez? Vc conseguiu adorar a Deus qdo vc passou por esta situação. É claro que como crentes “bonzinhos”, bem comportados, nós não xingamos, não agredimos aquela pessoa que nos humilhou. Mas nós fazemos coisas sutis, na verdade uma vingança “branca”, (vingança silenciosa) - como entregar a pastinha, abandonar a célula, “meu discipulador me humilhou, me ofendeu na frente dos irmãos, agora ele que se vire”, ou um membro da rede que acha que sofreu injustiça, que está sendo desprezado, então diz que vai pra outra rede porque tem mais afinidade. (pode realmente ser verdade, mas pode ser uma vingança “branca” ( não revida, mas também não responde mais aos desafios, não frutifica, não ajuda o seu líder).



Jesus adorou a Deus em meio a humilhação
3º) Apóstolo Paulo assim que teve um encontro com Jesus, iniciou as suas viagens missionárias, pregando aos gentios, anunciando a salvação. Ele sofreu muito por amor ao Evangelho:


2 Co 11:24-28
24 Recebi dos judeus cinco quarentenas de açoites menos um. 25 Três vezes fui açoitado com varas, uma vez fui apedrejado, três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no abismo; 26 Em viagens muitas vezes, em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos dos da minha nação, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre os falsos irmãos; 27 Em trabalhos e fadiga, em vigílias muitas vezes, em fome e sede, em jejum muitas vezes, em frio e nudez. 28 Além das coisas exteriores, me oprime cada dia o cuidado de todas as igrejas.

Outra coisa que podemos salientar sobre Paulo é que todo o seu sofrimento foi por amor ao Evangelho, toda a perseguição que ele sofreu foi por pregar Cristo. E ele podia por causa disso dizer “estou servindo a Deus, trabalhando na sua obra e Deus permite que aconteça isso comigo?” Ele podia muito bem perguntar: “Onde estava Deus quando me prenderam, quando fui açoitado?” Há crentes que por muito menos sofrimento solta esta pergunta ONDE ESTÁ DEUS ? Deus é soberano, Ele vai estar onde Ele acha que tem que estar , não onde nós, miseráveis pecadores, achamos que Ele deva estar.

Mas, olha como o apóstolo Paulo responde diante de tantos sofrimentos e aflições, ele diz:

2 Co 4:17 Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente;

E mesmo em meio a tantas lutas e sofrimentos, ele não se achava superior a ninguém:

1 Co 15:9 Porque eu sou o menor dos apóstolos, que não sou digno de ser chamado apóstolo, pois que persegui a igreja de Deus. (se achava indigno)
Efésios 3:8 A mim, o mínimo de todos os santos, me foi dada esta graça de anunciar entre os gentios, por meio do evangelho, as riquezas incompreensíveis de Cristo (se sentia privilegiado)
Paulo adorou a Deus em meio a dor



“UM VERDADEIRO ADORADOR ADORA A DEUS EM MEIO AO SOFRIMENTO”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

TRADUTOR